Eu posso utilizar o Whatsapp para me comunicar com meus empregados?



Pode, porém o Whatsapp não é uma boa ferramenta para comunicação empresarial e você não deveria utilizá-lo para se comunicar com seus empregados.


O Whatsapp é o aplicativo de troca de mensagens mais utilizados atualmente. Instalado no celular, as pessoas o utilizam para trocas de mensagens instantâneas na comunicação com amigos, familiares, clientes e colegas.


Usualmente instalado no celular e com as notificações ativadas, as pessoas o levam consigo para todos os lugares e olham suas notificações imediatamente sempre que a recebem.


O primeiro problema da utilização do Whatsapp para comunicação empresarial é o fato de o aplicativo ser de caráter pessoal. Ou seja, ele está instalado no celular pessoal dos empregados, em seu número de telefone pessoal, para utilização essencialmente na troca de mensagens pessoais. A simples exigência de utilização do aplicativo pessoal do empregado para o trabalho pode ser considerada abusiva, por ultrapassar os limites da intimidade do empregado.


A segunda questão, que me gera maior preocupação, é a impossibilidade de o empregado desligar o aplicativo fora do horário do expediente. A utilização do aplicativo para comunicação empresarial fora do horário de expediente pode fazer com que os empregados tenham jornadas de trabalho infindáveis, recebendo mensagens no aplicativo a qualquer hora do dia, inclusive aos fins de semana, feriados e durante a madrugada. Para evitar tal questão seria necessário que todos os empregados centralizassem o uso do aplicativo durante o expediente de trabalho, todavia, por tratar-se de um aplicativo do empregado, a empresa não possui nenhum controle da maneira como ele é utilizado, o que pode gerar abusos em sua utilização.


Ainda, o Whatsapp não é um bom dispositivo para gerar um histórico da comunicação empresarial, não sendo rastreável, principalmente no que diz respeito às mensagens de áudio. Todavia, apesar de não gerar boa rastreabilidade para a empresa, pode ser fonte de prova em reclamações trabalhistas, o que demonstra mais uma vez a não recomendação de seu uso para comunicação empresarial.


A não recomendação da utilização do Whatsapp para trocas de mensagens instantâneas no âmbito empresarial não impede que a exista uma ferramenta de comunicação rápida para a equipe. Nesse caso, aconselha-se a utilização de um aplicativo próprio, rastreável e com controle da empresa, que não funcione fora dos horários de expediente e no qual a empresa possa controlar os abusos de atuação.


É importante entender que cada empresa possui um cenário específico e é sempre aconselhado a consulta técnica com um advogado para avaliar qual aplicativo pode ser uma ferramenta mais adequada para a sua empresa.

Camilla Haubrich é advogada e está há mais de 15 anos no mercado digital.

 

Apaixonada por internet, empreende nas redes sociais e conhece inúmeros conflitos decorrentes de negócios digitais.

Adepta a uma advocacia personalizada, humanizada e focada em soluções individuais, acredita na prevenção de conflitos e na formulação de acordos como propulsores de sua atuação profissional.

Atua nas áreas preventiva e judicial nas áreas de direito cível (consumidor, família, imobiliário) e  trabalhista.

Como foco especial no mercado digital, atua atendendo digital influencers, experts, especialistas, empresas e demais atores no mercado on e off line em demandas judicias, extrajudiciais, preventivas e contenciosas.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest